Amanhã....

Será um dia em grande, ou não!!

A parte que me deprime, é a greve! Não tenho nada contra com quem a faz, só não queria que isso me afectasse, mas vai afectar. Só o facto de eu ter que entrar num autocarro atulhado de gente e ainda ficar dentro dele horas esquecidas, por causa do trânsito, já me causa algum transtorno. Nem quero pensar como vai ser!

A parte que me anima, e até de certa forma, me deixa ansiosa, é o arranque de um projecto há muito planeado.
Não vou revelar, para já, qual é, mas posso dizer que é algo que tenho sonhado desde que casei, algo planeado em conjunto com o marido, mas só agora foi possível realiza-lo.
Agora só peço ao São Pedro para ser amiguinho :)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Parabéns Marta!!!

Hoje tenho andado a pensar numa prenda para te oferecer, nada de especial, simplesmente uma lembrança para marcar o dia.
Sei que gostas da Hello Kitty, então pensei em oferecer-te uma coisa assim....


(Pois....assim, eu também gosto!)

 (do artigo, do conteúdo, do....) 

(....ai ai.....) 

Mas como não posso oferecer-te uma coisa assim, continuo sem saber o que te dar, mas pronto, há de se arranjar qualquer coisa! 
lol

Isto é só uma brincadeira! Feliz aniversário!
Que tenhas um dia cheio de coisas boas!

Beijos dos primos :))

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

11-11-2011

11-11-2011
Não podia deixar de mencionar esta data!
Inspira-me!Não sei porquê!
Das duas, três :) ou vai acontecer uma coisa muito boa, ou muito má.


E é claro! Também tenho que dizer:

Feliz S. Martinho!!! :D 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Upss!

Hoje, fiz uma figura que já não fazia à muito tempo, e com 30 anos, pensava que estava
livre de as fazer!

Mas quando toca em por a "pata na poça", é como a doença, não escolhe nem sexo nem idade. 
Basta ter um pouco de parvoíce, e eu, hoje, fiz-lo em grande estilo :P
Só penso "que parva!"

Sabem aquela situação em que estamos muito bem a falar com uma pessoa, perguntamos por alguém que lhe é bastante próximo, tipo irmã, perguntamos se já está bem, e a outra pessoa responde:
"O quê!!! Não sei de nada!! Vou já ligar para saber o que foi!"
Bem, depois disto fiquei sem saber o que dizer e a querer um buraco para me enfiar!

Mas que coisa....

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Música para os meus ouvidos III :)


Veio parar, por mero acaso, ao meu telemóvel!
Simplesmente.... apaixonei-me!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Hoje vou para casa assim!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Espírito Natalício

Sei que ainda é um pouco sedo, mas já comecei a pensar no Natal.
Ao contrário dos últimos anos, este, até tenho vontade e espírito natalício, para fazer a árvore e decorações a rigor.
Quanto às prendas, já é diferente, não tenho vontade nenhuma, nem imaginação para compras.
Acho que com estes cortes todos e "apertos de cintos", não vou comprar prendas individuais, mas sim prendas para a família, tipo, mini cabaz por casa! Pois na verdade, o que conta é a intenção, e o facto de darmos qualquer coisa, já é óptimo.
Só não vou minimizar nas prendas das crianças, elas, mais que tudo, merecem o melhor!

Agora a nossa Árvore de Natal, essa sim, tem estado muito presente na minha imaginação. Não estou a pensar em beleza ou perfeição, mas sim no facto de o Guilherme já participar na montagem da árvore. Pode ficar com as bolas todas do mesmo lado, as fitas ao alto e a estrela torta, mas se for feito por ele, para mim será a árvore mais linda do mundo.

Este ano, ele já tem uma noção do que é o Natal, então vou tentar transmitir-lhe um espírito natalício puro, sem interesses, para que ele aprenda a valorizar outras coisas para além das prendas que recebe.
Contar-lhe a verdadeira origem do Natal, de onde veio esta festa, para que ele não veja o Natal como a altura do ano em que recebe prendas!

Eu, na minha infância, passei muitos Natais sem prendas, com muita sorte lá recebia um brinquedo que o meu pai trazia do trabalho, na época havia empresas que davam brinquedos para os filhos dos funcionários. Talvez por isso, sempre dei mais valor à união da família nessa data, do que a qualquer coisa material que receba. E custa-me, por vezes, ver crianças a dizerem, constantemente, que querem isto ou aquilo do Pai Natal!
Eu não quero que o Guilherme seja assim! Não o vou privar de receber coisas, mas vou tentar que ele veja o Natal como ele é e não como um benefício.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS